Localização

Bem-vindo ao Universo Fnac! Para que sua experiência seja a melhor possível, defina sua localização:

Entrevista

Patricia Camargo: A importância do brincar

Patricia Camargo, especialista no assunto, explica como brincar em família pode tornar a vida mais feliz e dá dicas de brincadeiras para diferentes momentos

Entrevista

Patricia Camargo: A importância do brincar

jenniffer.hoche • 12 de setembro de 2017 • 10h53

Revista Universo Fnac: Silêncio, ócio, espaço para fazer nada. Qual a importância do tempo livre para as crianças?

Patricia Camargo - Para a brincadeira acontecer, são necessários alguns elementos: lugar, objetos e tempo. E o tempo é sem dúvida o mais importante deles. A criança precisa de tempo – um tempo que é dela e, em geral, diferente do adulto.

Com tempo livre, a criança absorve tudo o que acontece à sua volta, é capaz de exercitar o pensar e a criatividade, e a brincadeira é a expressão natural disso. O ócio é importante também. É um fator que promove o brincar espontâneo, vindo de uma dose de tédio. As transformações vêm do silêncio, do ócio e do tempo, e a criança traduz isso no brincar.

Revista Universo Fnac – Há uma diferença substancial entre brincadeira e brinquedo. O segundo não existe sem o primeiro, mas o primeiro pode e deve existir sem o segundo. Qual a importância do brincar dissociado do consumo?

Patricia Camargo - O brinquedo pode existir sem a brincadeira. Nós o vemos o tempo todo, em prateleiras, nos quartos das crianças, em vários lugares. O que pode não existir é a função do brincar, se o brinquedo não tiver um agente brincante com ele.

Mas eu vou mais além. A criança, especialmente na primeira infância, não é consumista. Nós, adultos, é que somos e muitas vezes sucumbimos ao “eu não tive, mas meu filho terá”, ensinando exatamente aos filhos que o brincar só é possível com o brinquedo. A mudança precisa partir da gente.

Revista Universo Fnac – Como garantir uma rotina permeada de brincadeira na dia a dia cada vez mais corrido das famílias?

Patricia Camargo - Pais querem o melhor para seus filhos. A partir do momento que se entenda a importância da brincadeira para o desenvolvimento da criança, fica mais natural abrir espaço na agenda e na rotina para a brincadeira.

Nós, adultos, damos um jeito na agenda quando percebemos a importância de aprender outro idioma. Arrumamos espaço nos horários para incluir um exercício no dia, por exemplo, quando tomamos consciência da importância de cuidar do corpo. Ou seja, sabemos ser flexíveis e organizar nossa agenda, conforme as prioridades. Quando a importância do brincar estiver interiorizado nos pais, haverá tempo e agenda para isso.