Localização

Bem-vindo ao Universo Fnac! Para que sua experiência seja a melhor possível, defina sua localização:

Música, Outros

A música brasileira lá fora

Quem já não ouviu dizer que os músicos brasileiros estão entre os melhores do mundo? E pode ter certeza que não é patriotismo cego não. O Brasil é tão grande e produz tanto musicalmente, que nem sempre as coisas caminham pela via natural. O normal seria um artista nacional crescer da sua cidade para o […]

Música, Outros

A música brasileira lá fora

jenniffer.hoche • 01 de junho de 2011 • 16h12

Quem já não ouviu dizer que os músicos brasileiros estão entre os melhores do mundo? E pode ter certeza que não é patriotismo cego não. O Brasil é tão grande e produz tanto musicalmente, que nem sempre as coisas caminham pela via natural.

O normal seria um artista nacional crescer da sua cidade para o seu Estado, então para o seu país, países vizinhos e para o mundo. Mas muitos artistas brasileiros vivem uma inversão dessa ordem: acabam sendo reconhecidos em outros países para depois chegar ao Brasil. E, na maioria das vezes, como bem menos força, menos sucesso.

Foi o caso da banda Cansei de Ser Sexy, muito elogiada nos Estados Unidos. Os paulistas começaram a tocar por aqui em 2003 e chamaram a atenção de produtores norte-americanos. Acabaram sendo trilha de seriado, de game… tudo nos Estados Unidos.  Aqui tiveram sua divulgação, um auê, mas bem tímido se comparado ao que foi feito por lá.

O músico Curumin, parte de uma geração de músicos independentes que foram atrás de uma sonoridade que fugia da comercial, também já rodou em turnês internacionais. Curumin mistura um samba-funk, bossa nova, hip hop e, vejam só, é super admirado pela estrela hollywoodiana Natalie Portman.

Outro exemplo é Cibelle. Em Londres não há quem não conheça a artista performática multimídia, cantora, compositora e produtora musical. Envolvida com produção musical, ela foi ficando cada vez mais por lá e já soma parcerias com Devendra Banhart, Seu Jorge, Gilberto Gil,  Vanessa da Mata, Josh Weller, David Shrigley, Doug Aitken, Tom Zé, Johnny Flynn, The Legendary Tigerman e Tom Waits.

O rock’n’roll não ficou de fora dessa lista, começando com Sepultura. Há mais de duas décadas, os caras consolidaram o nome lá fora. O Angra também soube fazer seu nome em terras gringas: já subiu em palcos japoneses, alemães, espanhóis, suecos e por aí vai.

Claro que o reconhecimento no país natal é o sonho de quem leva a música como carreira, mas outros caminhos também podem dar frutos, não?рецепты wokдизайн для ucoz сайтаразмер алиментыbest binary trading sitesмаксимальный размер выплаты алиментов украинаскачатьчто такое аудит