Localização

Bem-vindo ao Universo Fnac! Para que sua experiência seja a melhor possível, defina sua localização:

Outros

Raio X – Ronaldo Fraga

O estilista fala sobre sua paixão por moda, literatura brasileira e sobre provar a cultura de cada lugar por onde passa

Outros

Raio X – Ronaldo Fraga

jenniffer.hoche • 01 de setembro de 2015 • 10h51

Como foi reunir toda a sua história em um livro?
Foi muito curioso porque eu nunca tinha dado valor aos meus cadernos. Toda coleção eu faço um caderno em formato específico, com um tipo de papel especifico… Depois que passava, eu jogava os cadernos fora, não dava importância a esses registros. E cada caderno que eu fazia tinha aproximadamente a mesma quantidade de páginas que o livro inteiro! Quando reunimos todo o conteúdo e montamos o livro (Ronaldo Fraga – Caderno de Roupas, Memórias e Croquis), a expectativa era que despertasse o interesse do pessoal da moda, mas chamou a atenção de amantes da arte em geral, o que me surpreendeu. O desenho à mão livre vem ganhando valor e importância no mundo inteiro.

Autores que mais gosta
Guimarães Rosa e Carlos Drummond de Andrade são a literatura básica do mineiro. Também tem a literatura do nordestino, com Graciliano Ramos e João Cabral de Melo Neto. E o mestre Mário de Andrade, claro.

Livro que marcou sua vida
Quando estava elaborando a coleção inspirada no Rio São Francisco (2009) li Paixões Alegres, de José Antônio de Souza. Ele fazia roteiros para cinema antes de escrever livros, então sua narrativa te prende desde a primeira página. É daqueles livros que você morre de saudade e precisa ler de novo.

Livro que inspirou sua última coleção
‘Mar morto’, de Jorge Amado. Adoro os clássicos brasileiros.

As músicas que mais ouve ultimamente
Adriana Calcanhotto cantando Lupicínio Rodrigues. A obra dele precisa ser cada vez mais resgatada.

Desfile que foi um divisor de águas na sua carreira
Todos de alguma forma são divisores de águas. O Quem Matou Zuzu Angel?, de 2001 foi marcante, pois não havia se falado de ditadura militar na moda até então. As coleções inspiradas na literatura também foram muito importantes.

O que é essencial em seus desfiles
Cuidado com a trilha sonora, cenário e luz. Assim eu consigo transportar as pessoas para outro mundo por oito minutos.

Moda no Brasil
Admiro todos os nossos estilistas, porque não é fácil fazer moda no Brasil. Tudo acontece para que você desista. Mas é uma luta diária que vale a pena. Temos vários artistas brilhantes, cada um com a sua identidade, mostrando as várias faces do nosso país.

Melhores lembranças da infância
Sinto saudade do Brasil daquela época, em que as crianças brincavam na rua até tarde. Em que o filho do empregado era amigo do filho do médico. Hoje o John não se encontra com o João.

Quando tem um tempo livre, gosta de…
…ler. Leio até três livros ao mesmo tempo.

Um talento secreto
Meus amigos dizem que sou um bom contador de histórias (risos).

Prato favorito
Não sou de comer muito, mas como de tudo. Gosto de provar a comida de cada lugar, aquilo que só tem ali, que traga a emoção da cultura. Não tem nada de que eu não goste.

O melhor conselho que recebeu
Quando eu era jovem e trabalhava em um ateliê de roupas feitas sob medida, uma cliente virou para mim e disse “você não está queimando cartucho aqui não?”. E eu estava. Pedi demissão no dia seguinte e comecei minha carreira própria.

 

Veja mais:

Fnac concorre ao Prêmio E-Bit Melhores Lojas do E-commerce; saiba como votar e participe!webmoney forex brokers